Sábado, 24 de Julho de 2021
81991863488
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão rejeita projeto que obriga locadora a registrar veículo no local do serviço

No ano passado, STF decidiu que veículo de propriedade de locadora deve ser registrado no município onde ela tem domicílio

15/07/2021 23h35
Por: Ricardo Almeida Fonte: Agência Câmara de Notícias
Yared: assunto foi resolvido pelo STF, ao julgar uma ação no ano passado - (Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados)
Yared: assunto foi resolvido pelo STF, ao julgar uma ação no ano passado - (Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados)

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados rejeitou proposta que obriga as empresas locadoras de veículos a registrarem, no mínimo, metade de sua frota no estado onde o serviço é prestado ao consumidor (sede ou filial).

O Projeto de Lei 324/20 é do deputado Santini (PTB-RS) e foi relatado pela deputada Christiane de Souza Yared (PL-PR), que recomendou a rejeição.

Santini argumentou que a proposta visa impedir que as locadoras de veículos licenciem os seus veículos em estados que cobram menor alíquota de IPVA. Mas a relatora afirmou que o assunto já foi resolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), ao julgar uma ação no ano passado.

De acordo com a decisão do STF, veículo de propriedade de locadora deve ser registrado no município onde ela tem domicílio (sede ou qualquer das filiais). Além disso, o Supremo reconheceu a repercussão geral da decisão, ou seja, ela deve ser acatada por todo o Judiciário.

“Portanto, entendemos que o projeto perdeu a oportunidade, uma vez que, a partir da decisão do STF, as locadoras deverão registrar e licenciar  os veículos somente em locais onde estão domiciliadas e não em qualquer município de unidade da Federação que ofereça alíquota de IPVA mais baixa”, disse Yared.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.