Sexta, 07 de Maio de 2021
81991863488
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Projeto facilita legalização de documentos estrangeiros no Brasil

Medida alcança documentos abrangidos por convenção internacional firmada em Haia, em 1961

03/05/2021 21h11
Por: Ricardo Almeida Fonte: Agência Câmara de Notícias
Carlos Bezerra: avanço em diminuir a burocracia e agilizar procedimentos - (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)
Carlos Bezerra: avanço em diminuir a burocracia e agilizar procedimentos - (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)

O Projeto de Lei 393/21 dispensa de registro em cartório os documentos estrangeiros abrangidos pela Convenção da Apostila, firmada em Haia em 1961, da qual o Brasil é signatário. O acordo agiliza e simplifica a legalização de documentos entre os países signatários, permitindo o reconhecimento de documentos brasileiros no exterior e de documentos estrangeiros no Brasil.

O projeto, do deputado Carlos Bezerra (MDB-MT), acrescenta um parágrafo à Lei dos Registros Públicos. Hoje, a lei sujeita a registro, no Registro de Títulos e Documentos, todos os documentos de procedência estrangeira, acompanhados das respectivas traduções, para produzirem efeitos em repartições públicas ou em qualquer instância, juízo ou tribunal ou ainda em relação a terceiros.

Carlos Bezerra observa que serão considerados como documentos públicos e, portanto, dispensados de legalização os documentos provenientes de uma autoridade ou de um agente público vinculados a qualquer jurisdição do Estado, os administrativos, os atos notariais e as declarações oficiais apostas em documentos de natureza privada.

Por outro lado, acrescenta, a convenção não será aplicável a documentos emitidos por agentes diplomáticos ou consulares ou diretamente relacionados a operações comerciais ou aduaneiras.

“A dispensa representará um considerável avanço no que tange à diminuição da burocracia e à simplificação de procedimentos formais para eficácia e validade de documentos estrangeiros. Entretanto, outros procedimentos usuais continuarão sendo exigidos”, declarou o autor.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.