Terça, 01 de Dezembro de 2020
81991863488
INTERNACIONAL Internacional

Coleção de fotos raras mostra momentos inéditos da chegada à Lua

Acervo será leiloado após décadas nas mãos de colecionadores

06/11/2020 23h26
Por: Ricardo Almeida Fonte: Agência Brasil
Coleção de fotos raras mostra momentos inéditos da chegada à Lua

Começa hoje (6) em Londres, na Inglaterra, o leilão de uma das maiores coleções de fotos originais da chegada do homem à Lua já disponibilizadas no mercado. Os registros foram feitos durante a série de missões que levou o homem à superfície do satélite natural terrestre, em especial a Apollo 11, e fazem parte da chamada Era Dourada da exploração espacial.

Incrementada ao longo de décadas por um colecionador privado, a coleção se chama Viagem para Outro Mundo, e conta com momentos simbólicos da história da corrida espacial. “Olhar essas imagens nos transporta para a superfície da Lua”, disse um dos responsáveis pelo leilão Hames Hyslop.

Lote 210, Primeira fotografia do planeta Terra tirada por humanos pelo tripulante da Apollo 8 William Anders
Lote 210, Primeira fotografia do planeta Terra tirada por humanos pelo tripulante da Apollo 8 William Anders - CHRISTIE'S/WILLIAM ANDERS

Um dos itens mais cobiçados do leilão é uma foto inédita de Neil Armstrong, o piloto militar e astronauta que foi o primeiro homem a colocar os pés em solo lunar, guardada pela Nasa e extremamente rara. A casa de leilões Christie’s espera arrecadar cerca de US$ 39 mil apenas com esse item.

Neil Armstrong, acompanhado de seu parceiro de missão, Buzz Aldrin, marcou o imaginário humano ao falar a frase mais emblemática da história da corrida espacial: “esse é um pequeno passo para um homem, mas um salto imenso para a humanidade.”

Entre outros artefatos em leilão, registros casuais de companheiros de equipe durante o percurso para a Lua, a maioria registrada por Buzz Aldrin. Essas fotos só foram descobertas na década de 80 e a maioria teve circulação restrita.

Os leilões da coleção vão até 20 de novembro na sede da casa de leilões Christie’s, em Londres.

* Com informações da Reuters

 
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.