Sexta, 10 de Julho de 2020
81991863488
SAÚDE Saúde

Fernando de Noronha recebe moradores que estavam no continente

A entrada de moradores na ilha estava suspensa desde o último dia 05/04,

14/06/2020 12h00
Por: Ricardo Almeida Fonte: SEI/ Governo de Pernambuco
Fernando de Noronha recebe moradores que estavam no continente

A Administração de Fernando de Noronha informa que neste sábado, 13/06, chegaram os primeiros 12 moradores vindos do continente. A entrada de moradores na ilha estava suspensa desde o último dia 05/04, como medida de combate ao novo coronavírus. Ao todo, 31 passageiros desembarcaram em Noronha. Além dos 12 moradores, vieram também 19 trabalhadores de serviços essenciais. Inicialmente seriam 15 servidores, porém mais quatro bombeiros embarcaram para reforçar as buscas por um morador que está desaparecido na ilha.

Os quatro possuem passaporte imunológico, por já terem tido a Covid-19. Todos os demais passageiros do voo foram testados para a doença e apresentaram resultado negativo. Ao desembarcar, passageiros e servidores foram encaminhados para pousadas e alojamentos onde ficarão isolados até saírem os resultados dos novos testes que serão realizados na próxima segunda-feira. O protocolo é para evitar que o novo coronavírus volte a circular no arquipélago.

Noronha tem um paciente contaminado pelo novo coronavírus ainda em recuperação. O homem, de 50 anos, foi identificado com a doença, após exames realizados durante o Estudo Epidemiológico em curso na ilha. O paciente está assintomático e cumpre quarentena em isolamento domiciliar. O estudo registrou até agora 36 casos de Covid-19, 35 deles já recuperados. Os identificados pela pesquisa somam-se aos 28 casos confirmados em Noronha durante a pandemia, totalizando 64 casos do novo coronavírus no arquipélago.

FLEXIBILIZAÇÃO DAS ATIVIDADES – Na próxima segunda-feira, (15/06), passa vigorar mais uma etapa do Plano de Convivência para Atividades Econômicas estabelecido pelo Governo de Pernambuco. Com isso, comércio varejista poderá reabrir em Fernando de Noronha. Também estão liberados para funcionamento os salões de beleza e serviços de estética.

Os setores deverão seguir protocolos específicos definidos pelo Governo para evitar os riscos de transmissão da Covid-19. As regras para funcionamento estão publicadas em nossas redes sociais. Na última segunda-feira (08/06), o comércio atacadista passou a ser liberado para funcionamento em todo o estado. O setor de construção civil também já pode atuar com 50% do seu efetivo, em horário livre. Na quarta-feira (10/06), clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia também retornaram às atividades. 

RETORNO DOS MORADORES – Os moradores de Noronha que estavam no continente começaram a voltar neste sábado, 13/06. O retorno será por etapas, para diminuir o risco da entrada de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus na ilha. O número de moradores será ampliado a cada voo. Para garantir o retorno à ilha, será necessário fazer um cadastro na Assistência Social do arquipélago.

A Administração, junto com o conselho distrital da ilha, irá organizar os grupos para cada voo de acordo com as prioridades e entrará em contato informando a data do retorno de cada um. Antes do embarque, os moradores precisarão apresentar testes negativos para Covid-19, realizados na semana da viagem. Ao chegar à ilha, farão um novo teste e, enquanto aguardam o resultado, ficarão isolados em pousadas. Esse protocolo é para evitar que o vírus volte a circular no arquipélago. Os números para os moradores entrarem em contato com a assistência social são: (81) 9 9488 3167 / 9 8494 0311 / 9 8494 0307 / 9

9488 3165 / 9 9488 4367 / 9 9488 4367.

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO – Está em curso em Fernando de Noronha o Estudo Epidemiológico que vai avaliar a circulação do novo coronavírus na ilha. Nesta primeira etapa da pesquisa, amostras de 900 moradores, selecionados de forma aleatória, de todas as regiões da ilha, já foram enviadas ao Recife para exames. Os moradores que aceitaram participar da pesquisa serão submetidos a exames por um período de um ano, durante o qual terão acompanhamento da equipe responsável. O estudo fornecerá evidências para orientar ações de vigilância e controle da doença e também irá apoiar a tomada de decisão da Administração na retomada das atividades sociais e econômicas na ilha.

PRAIAS – O acesso às praias de Fernando de Noronha está liberado desde o último dia 25/05. Porém é necessário seguir algumas regras para prevenção da doença, que ainda pode estar circulando de forma assintomática. São permitidas atividades físicas e náuticas, individuais, e prática de esportes com grupos de no máximo 4 pessoas, sem contato físico. Ainda estão proibidas aglomerações com mais de cinco pessoas, respeitando o distanciamento físico de dois metros entre elas, a realização de atividades de comércio, a venda ou consumo de bebidas alcoólicas e a utilização de guarda-sóis e toldos, etc.

VIGILÂNCIA EM SAÚDE – Para garantir o controle da circulação do vírus na ilha, é necessário que a população esteja atenta. Ao sentir qualquer sintoma gripal, o morador deverá comunicar à Vigilância em Saúde da ilha, relatar o quadro e seguir as orientações recebidas. A equipe de saúde deve ser contactada pelos números: 3619-0956 / 99488-4366.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO – A Administração de Fernando de Noronha reforça a importância de ser mantido o isolamento social na ilha. Com esse objetivo, foi lançada uma cartilha com uma série de recomendações aos moradores, trabalhadores, comerciantes e empresários da ilha. Os moradores só devem sair de casa em caso de necessidades essenciais. O uso das máscaras é indispensável para todos que precisarem circular pelas vias públicas. As máscaras, de tecido ou descartáveis, devem ser utilizadas de forma correta, cobrindo o nariz e a boca.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.