Terça, 21 de Setembro de 2021
81991863488
ESPECIAIS TINÉ

Músico pernambucano faz sucesso em Portugal defendendo o presidente Bolsonaro

Após ter um texto seu divulgado no Instagram dos filhos de Bolsonaro, quase meio milhão de pessoas já curtiram a postagem, inclusive o próprio presidente Jair Messias Bolsonaro

28/03/2020 18h19
Por:
Músico pernambucano faz sucesso em Portugal defendendo o presidente Bolsonaro

No intuito de descobrirmos quem é esse pernambucano, do qual só conseguimos informações sobre o mesmo pela internet, como a sua vitória no Canta Nordeste, em 1991, a redação entrou em contato com alguns professores da Unicap e conseguiu localizar um que lembra, conhece e mantém contato com o multiartista Gustavo Tiné. Feita a descoberta, conseguimos seu contato de WhatsApp, o contatamos e conseguimos uma entrevista exclusiva com o autor do texto que é o assunto do momento nas redes sociais.

Marcos Lima Mochila – Por que você defende tanto Bolsonaro se nem sequer está morando no Brasil?

Gustavo Tiné – A questão não é defender " tanto Bolsonaro", a questão é não acreditar nos outros que perderam, que estão até hoje chorando perdas de cargos, boquinhas, poder...não se conformam em não poderem indicar seus agentes arrecadadores de propinas na Petrobrás e outras estatais. Eles não têm sentimentos de amor ao Brasil e sim às chaves dos cofres.

Quanto a não morar no Brasil, meu coração nunca saiu daí, nem sairá. O corpo viaja para muitos lugares, meu coração é verde-amarelo-branco-azul anil...

MLM - Desde quando você está residindo em Portugal e por que resolveu se transferir para a terra de Camões?

GT – Desde dezembro de 2016. Reencontrei uma namorada que conheci em Guarai-TO, em 1981, em uma de minhas muitas idas lá, onde residem uma irmã e um irmão. Estávamos os dois separados e......um clic na net nos fez nos reencontrar.

Estava em Recife, na época, lutando nas divulgações seculares de meus cds, tocando pouco aqui e acolá, buscando apoios sempre negados em rádios, tvs e jornais. Anitas, Tiriricas - hoje são canetas azuis  - estavam me enterrando no manguezal dos meus sonhos.

Os artistas de Recife não são de dividir nem seus tarecos, nem suas mariolas, com o próximo. Eles comem a rabada todinha e se sobrar uma linguiça eles engolem também e lambem os beiços. É um batendo no outro, a velha panelinha de egoísmos e muitas vezes ruindades mesmo. Aí....pensei...fiz as malas e partiu Tiné.....

MLM – Você viajou para Portugal bem antes das eleições, então?

GT - Em dezembro de 2016. Na época, Bolsonaro era apenas um doido que não incomodava ninguém.

MLM – Mesmo quem admira Bolsonaro e, inclusive, votou nele, reconhece que algumas vezes ela fala o que não deveria. Qual a sua opinião sobre isso?

GT - É muita pressão, mentiras, fake news, gente maldosa e perdedora produzindo maldades contra ele. Acho até que ele deveria se expor menos, se envolver menos, precisa se segurar um pouco mais… Mas é como disse o Rodolfo Abrantes, ex-Raimundos: “Não o conheço pessoalmente, mas sei de muitas pessoas que o conhecem e dizem que ele é um cara extremamente simples, acessível e que você não tem surpresas com ele. É aquela figura do paizão, aquele cara que é meio chucro, grosso, mas é aquilo ali. Então, tenho bons olhos para ele”. Eu penso assim também.

MLM – Quando você escreveu este texto – que viralizou nas redes sociais? E por que?

GT – Acho que foi na sexta feira pré-carnaval ou sábado pela manhã. Foi quando vi o palhaço na avenida, as fotos no dia seguinte nas redes sociais. Fiquei pensativo, sem nenhum sentimento de raiva. Aí vi os esquerdalhas de sempre fazendo a festa, se divertindo, achando que tinham ganho a Copa do Mundo, se achando a bala que matou Kennedy, poderosos e coisa e tal.

Os locutores do desfile entraram em êxtase, foi uma farra. Ouvi apoios e vaias nas arquibancadas, os locutores só dando ênfase à gozação.

Gostei da face do Bozo - apesar de não gostar dele, quando criança -, e vi que Bolsonaro tinha mais do Bozo do que dos demônios que apareceram também na avenida. Aí, eu pensei: vou calar esses maldosos e aproveitadores das ignorâncias alheias. Fiz o texto e mandei, como sempre faço, para o Face, WhatsApp, Instagram... Sabia que teria, como sempre, umas 20, 30 curtidas. Foi quando o Zé da Flauta, aquele mesmo que tocava com Alceu e é meu amigo, disse que iria postar no face dele... Aí, bummmmm... explodiu. Foram mais de 1.000 compartilhamentos em minutos, depois chegou a quase 12.000 mil.

O Jornal Cidade On Line perguntou se o texto era meu e se podia publicar. Autorizei e o resto todo mundo sabe o que aconteceu. Um grupo da direita de Bezerros mandou para o filho de Bolsonaro e, após ele postar, logo atingiu mais de 250.000 mil visualizações.

Teve também um menininho no vídeo, falando o texto e citando meu nome, e fiquei emocionado.

Aí meu carnaval começou aqui em Lisboa. Foi uma festa e soube que a escola que mostrou o Bozo caiu....uiiiii Acho que fiz uma coisa importante para o meu país, mesmo a 7.000 km  de distância.

MLM – Você acompanha as questões políticas do Brasil?

GT – Totalmente, como sempre fiz quando morava aí. Fiquei viciado nas tvs Câmara e Senado. Não há melhor diversão para preencher o tempo. Era divertido ver tanta gente querendo aparecer e poucos sem saber o que fazer lá.

Tem deputado que só vai para a Câmara filar o cafezinho e os biscoitos que servem lá 0800. Economiza suas verbas para gastarem com os seus chegados.

Tem uns que ficam dormindo nas últimas fileiras e se não o acordarem ele passa os quatro anos roncando.... É um show de comédia. Tem outros mais ativos, que bastam ver um vagalume piscando pensam que é flash da TV e começam a berrar (risos).

No Senado a mesma vidinha boa. Eles se agridem lá dentro mas, nos corredores, são abraços e beijinhos pra tudo quanto é lado, ou seja, um chama o outro de ladrão e marcam um churrasco para depois da sessão. Eu via assim, não sei se mudou muito hoje.

Já assisti um senador falar para o outro: - Vossa Excelência rouba, mas é um grande homem... Vossa Excelência já roubou até o cofre da netinha, quando em prisão domiciliar... Vossa Excelência é um exemplo para todos nós (risos). Eles são assim.

MLM – Você é pernambucano, ex-aluno da Unicap – que tem uma forte presença de petistas. Você nunca votou em Lula ou em algum outro candidato do PT?

GT – Sim, votei 5 vezes no Lula e uma vez na Dilma. Depois, vote nulo, pela primeira vez, na eleição de presidente de Dilma x Aécio. Vivi sem alienações nos dois lados, nunca me filiei a partido nenhum, apesar dos convites que recebi, depois de ficar conhecido no Nordeste com a vitória no festival da Globo, em 91.

Sou livre, sem amarras a nenhum partido ou ideologia. Quero morrer assim, com muito forró no meu enterro... e Pitú, é claro. (risos)

MLM – Você ainda pensa em voltar a morar no Brasil ou está decidido a permanecer para sempre em Portugal?

GT – Sim, penso em viajar muito e, no fim da estrada, com as articulações doloridas, terminar no Brasil ou Portugal minha passagem nesse plano.

MLM – Após a repercussão do seu texto, que foi compartilhado pelos filhos do Bolsonaro, o que mudou em sua vida?

GT - Muitos convites de amizades, elogios nas redes, mais acessos em minhas músicas, alegrias, novos sonhos para novas músicas, shows. Atenção: preciso de empresário viu, meus fãs e admiradores? Preciso de clicks nas minhas músicas, paz e muitas alegrias.

MLM – Seu texto foi postado no Portal J832 e, ao mesmo tempo, você recebeu um convite para fazer parte do seu grupo dos ilustres colaboradores. Quando acontecerá sua 1ª postagem?

GT - Ja enviei outros, publicaram o segundo, que é a resposta do Lula ao Bolsonaro. Eu escrevo e mando, o destino aos clikes pertencem...kkk

MLM - Que história maluca foi aquela que você postou há algum tempo atrás, sobre as origens das corrupções brasileiras?

GT – Ah, faltou lhe dizer que virei pesquisador amador, por conta própria, em Portugal. Tem uma história que já vi em antigos livros (Adoro. Tenho até um filho, Gustavo Tiné também, que faz História na UFPE, acho que é DNER genético kkkk). Bem, o livro conta que Portugal, querendo se livrar de um bando de ladrões, viciados, gigolôs, alcoólatras (hummmmm), cheiradores do pó da Índia, que infestavam as ruas de Lisboa, resolveu despachar essas malas para a nova colônia, recém-descoberta.

Aí, um dia desses eu estava no bairro de Belém, aqui em Portugal, onde tem um monumento lindo em homenagem aos navegadores, local exato da partida das caravelas para o glorioso Oceano Atlântico, inclusive as famosas Santa Maria, Pinta e Nina, que receberam os créditos do nosso descobrimento, apesar de dizerem que o Brasil nunca foi descoberto, ele já existia e foi encontrado. Bom, aí nesse dia comecei a imaginar as figuras que embarcariam naquele longínquo dia de 1540, 41, 47, não sei bem, vou ver a data correta e te passo.

Ai comecei a imaginar o que o Brasil iria receber e engoli essa turma da pesada que gerou essa banda que sempre quis acabar com o Brasil, se apoderar de todas as suas riquezas e botar no bolso – alguns na cueca – o patrimônio brasileiro, o suor do trabalho dos brasileiros, que pagam seus impostos e não usufruem dos benefícios.

O resto da história vocês conhecem. Ainda estou nas pesquisas e mando novas informações assim que devolverem meu tablet, que foi furtado aqui no Café Brasil kkkkk.

MLM – Você é um grande crítico do Socialismo e do Comunismo. Como foi para Portugal?

GT –Sempre me dizem isso: que eu critico o Socialismo e o Comunismo e que fugi do Brasil para um país socialista. Tudo errado. Portugal é uma democracia desde o fim da era Salazar. Atualmente é governado por um partido socialista, nada mais. É uma bela e vibrante democracia.

E eu não fugi do Brasil, vim resgatar um antigo amor. Cantar, estudar, tocar, pesquisar... O mundo é vasto, meu bom Sebastião! E lindo!

MLM - E no próximo dia 15 você vai vir cantar seus protestos contra os maus políticos?

GT - Se me convidarem e patrocinarem minhas passagens e estadia, eu irei com o maior prazer e tocarei a favor do Brasil, como voluntário.

MLM - E esse amor reencontrado em Portugal, podemos saber quem é?

GT - Claro, o nome dela está na música que fiz para ela, pedindo desculpas por ter ido embora, 40 anos depois. A música se chama Cartas Para Jânia Lúcia, Uma História de Amor. Será lançada mundialmente, agora em março, pela plataforma Spotify e outras... Clickem. Clickem. Clickem..... Ajudem um compositor a sustentar os dois filhinhos que estão no Brasil (risos).

MLM - Depois de virar celebridade e ser reconhecido como o cara do texto do Palhaço e o Diabo, você tem pretensões políticas no Brasil, aos 60 anos?

GT - No momento não penso, apesar de dizerem que já tem 2 milhões de acessos no vídeo em que o menininho cita meu nome no texto do Palhaço e o Diabo.

Penso que posso colaborar em alguma atividade cultural ou de comunicação, sonho fazer um coral com crianças, cantando música de qualidade, visando despertar nos pequeninos o canto e a composição de músicas com conteúdo.

MLM – E se você viesse participara de manifestações no Brasil, qual seria o seu protesto e de que forma?

GT - Cantaria e usaria todas as minhas energias contra O FUNDÃO, O ORÇAMENTO IMPOSITIVO, EXCESSO DE POLÍTICOS, CARGOS POLÍTICOS, ASSESSORES INÚTEIS, ALTAS DESPESAS DO LEGISLATIVO, STF e por aí afora...

MLM – Tem algum recado para o Brasil, pra os amigos, filhos?

GT – Eu te amo meu Brasil, minha pátria, meu Recife, meu Pernambuco de guerreiros ede  bravuras. Meus amigos, eternos amigos, qualquer dia a gente vai se encontrar. Meus filhos, Marcella e Nino Gustavo Tiné, amo vocês.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.